Convenção da CNTA fortaleceu a união das entidades representativas

07/02/2019

 

My Image

 

Na manhã desta quarta-feira (6), a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos realizou a Convenção Nacional CNTA 2019, onde reuniu os representantes dos caminhoneiros autônomos de todo o Brasil para o alinhamento das ações de trabalho do ano. 


O evento contou com a presença de mais de 140 pessoas ligadas às entidades representativas da CNTA e teve a participação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas e do ex-ministro do Trabalho, Almir Pazzianotto. 
 

Em sua fala, o ministro Tarcísio reforçou o compromisso do Governo com a categoria. “Qual é a nossa ideia? Diálogo permanente e constante. A minha presença aqui no evento é dizer que estou aberto ao diálogo. Nós vamos ter fóruns permanentes e a nossa primeira missão do fórum é construir uma boa referência de preço mínimo de frete”, destacou. 
 

O ex-ministro do Trabalho e responsável por criar a categoria do transportador autônomo de cargas, Almir Pazzianotto, palestrou para o público e destacou a importância da organização e união da classe. “Fortaleçam as suas organizações sindicais. Se a categoria quer ser reconhecida, valorizada e respeitada, ela precisa ser organizada. Porque pulverizados não há união de forças”, enfatizou.
 

Em agradecimento à essencial participação do ex-ministro para a história do caminhoneiro autônomo no País, a CNTA o homenageou com a entrega do troféu “Volante de Ouro”, que representa a força da categoria pelas estradas do Brasil. 
 

A Convenção se estendeu ao longo de todo o dia e foi marcada por uma programação extensa focada, principalmente, no planejamento previsto para 2019. Entre as novidades apresentadas está o Informativo CNTA, a realização da pesquisa do perfil do caminhoneiro autônomo e o plano estratégico que contempla várias áreas essenciais na atuação do caminhoneiro. 
 

Além disso, foi reservado um amplo espaço para as entidades apresentarem suas sugestões e ponderações que subsidiarão a entidade a tomar mais medidas focadas nos temas apresentados.
 

Para o presidente da CNTA, Diumar Bueno, o evento foi essencial para alinhar os passos que abrirão novos caminhos. “Viemos de uma história de muita luta e esforço. Conquistamos uma parte do nosso espaço e agora precisamos planejar os próximos passos para nos fortalecemos ainda mais. Há muito o que ser feito e a Convenção foi a comprovação de que estamos buscando soluções em conjunto para as demandas existentes. O trabalho intenso e desenvolvido por todas as entidades que compõe a CNTA”, ressaltou. 
 

O evento resultará em uma carta de intenções que firmará o compromisso feito por todos e será divulgada nos próximos dias.